sábado, 14 de março de 2015

E ele não vem,
Ele não vem.

O sono não vem
O amor não vem
Não vem o sol.


Nada nunca chega
Tudo é partida
Num'alma partida.

O futuro não chega
(Ninguém chega sem ir)
O futuro é aqui
E eu já sabia.
Já aprendi.

Passado já não é de mim
Vivo n'outro tempo e lugar
E calo tudo que sei.

Os anos vão
Os anos vêm
E tudo silencia.
Maldita dor!
Maldita arritmia!

Vontade de voar...
Tamanha!
Que voo pra dentro de mim!

Não consigo viver desabitada.
Deus, Te encontro aqui.

Juliana Ponciri